Resenha (+ promoção): Clichê - Carol Dias

Sinopse:Marina Duarte está no vermelho. Dona de dupla graduação nas melhores faculdades públicas do Rio de Janeiro, seu sonho de construir a vida nos States não está funcionando. Decidiu se mudar para ficar perto da tia, sua única família, mas a crise não está ajudando em nada sua carreira. Sem saber como pagar as contas do próximo mês, Marina aceita uma vaga de babá na mansão da família Manning. Ela só não podia imaginar que sua vida mudaria completamente, apenas por conhecer duas crianças e um chefe viúvo – e gato, maravilhoso, cheiroso e gostoso –, que precisa urgentemente de sua ajuda.







Livro: Clichê/ Autora: Carol Dias / Gênero: Chick-lit/ Ano de Lançamento: 2016 / Editora: Ler editorial / Idioma: Português / Comprar: Amazon.


Qual o maior clichê que pode existir? Ter um sonho americano: confere! Trabalhar como babá: confere! O chefe ser gato: confere! Se apaixonar por ele: Confere, confere, confere! Como podem perceber o enredo desse livro não nada incomum. Na verdade existem vários livros por aí com a mesma temática e acho que, por isso, o grande trunfo desse livro é o título. Por ele você já sabe o que esperar e ele é o que vai chamar a atenção do público-alvo: pessoas que querem uma história de amor ao estilo sessão da tarde e bem água com açúcar. Nesse momento, esse livro foi tudo o que eu precisava! Chorei, ri, lamentei e torci. Enfim... tudo que um bom chick-lit oferece.

Eu só quero gritar, porque a vida resolveu me dar um dos clichês mais irritantes e insuportáveis. Eu me apaixonei pelo meu chefe. Pelo meu chefe milionário.

Marina, nossa mocinha, é brasileira e foi morar nos EUA para ficar perto da tia, que é a única família que ela tem. Só que o sonho Americano não funcionou para ela. Desesperada por não ser aceita em nenhum lugar com suas duas faculdades e precisando de dinheiro ela resolve aceitar o emprego de babá em uma casa de um homem rico e recém viúvo, Killian. 

Killian precisa de ajuda com seus dois filhos: Alysson e Dorian. As crianças estão sentido demais a falta da mãe e ele não consegue fazer tudo sozinho, até porque ele também está de luto pela esposa que ele amava. Aos poucos Marina consegue se aproximar das crianças. Através da música, ela encontra uma forma de fazer o Dorian se abrir e através do balé ela devolve a confiança da Alysson. Acima de tudo, Marina passa a amar aquelas crianças. O único problema é que com isso, ela se aproximou demais do pai delas. Ou será que isso não é um problema?

O relacionamento desenvolvido pelos dois é muito fofo! Porém, isso não significa que ele é rápido. Marina não quer ser o estepe de Killian e ele procura provar para ela que sim, ele pode amar novamente e não quer passar a vida toda sozinho. É muito linda a forma como ele procura trabalhar o seu luto para ficar com Marina, assim como tenta formar novas memórias com elas.

As crianças roubam a cena em vários momentos, mas eu achei fantástico que a autora foi bem realista sobre a forma como as crianças lidaram com o relacionamento do pai com a nova babá. Ao mesmo tempo que Alysson se abriu a chance de ter uma nova mãe, Dorian fica receoso porque não quer esquecer da mãe amorosa que ele teve. Essas partes são trabalhadas de uma forma muito sensível e bonita. A autora privilegiou questões familiares para serem trabalhadas e não uma ex louca psicopata como a maioria dos Chick-lits que vemos por aí.

Sim, é um romance clichê, usual, mas quem disse que ele não tem o seu valor? As vezes tudo que precisamos é suspirar e esse livro foi o que eu estava precisando naquele momento. Para quem gosta de Chick-lits? Vai fundo! É um dos bons!


Agora vamos falar de promoção??

A autora Carol Dias, linda como ela é e nossa mais nova parceira!!! (em breve conto mais sobre ela), cedeu marcadores dos livros para sorteio aqui no blog. Como faz pra participar? Simples! Basta só comentar aqui e receberá um número de sorteio. Isso vai valer por uma semana. Depois do sorteio o ganhador (tem que ter residência no Brasil)  terá 48 horas para entrar em contato comigo e passar os dados. 

Ps: a autora enviará os marcadores e terá até 30 dias para mantar tá?




54 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Eu adoro poder ler historias que sao cliches, pelo menos por conta de suas levezas. Pelo que pude perceber nesse título, a sinopse também ja revela que a história é bem previsível, fora o próprio título em si. Eu nao conhecia mas ja fiquei curiosa ainda mais depois de ler suas impressões.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. O que mais me chamou a atenção foi você mencionar que as crianças roubam a cena. Eu amo quando um livro adulto, tem crianças no enredo, acho que dá uma leveza boa. Quero poder conferir este aqui também.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Mesmo sendo bem clichê como o próprio título diz, adorei a premissa da obra e fiquei bem curiosa para saber como irá acontecer esse encontro da personagem com o pai viúvo gatão para então iniciar esse romance estilo sessão da tarde.
    Parece ser uma leitura bem leve e agradável.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu não me importo com clichês rs Claro, desde que me mantenha entretida. E é isso que tua resenha me passa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi, estava curiosa sobre esse livro desde que o vi na livraria e sua resenha finalizou a decisão de comprar ou não. Muito boa a sua resenha, estou doida para ler esse Clichê que vc elogiou tanto. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    não conhecia ainda nem a autora e nem o livro, gostei do enredo e da capa. Talvez seja uma leitura futura.
    A sua resenha me chamou a atenção, gosto quando os livros me chamam a atenção e são elogiados.
    Parabéns pela parceria.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha. Parabéns pelo blog,que esta lindo e pela parceria que além de divulgar um trabalho legal ainda presenteia os leitores.

    ResponderExcluir
  9. Eu já conhecia o livro e já estava curiosa com ele mas a sua resenha é a primeira que eu leio e já fiquei ainda mais interessada. Quem não gosta de um bom clichê??? Ainda mais com esse clima de sessão da tarde e novela mexicana! Adorei conhecer um pouco mais sobre a trama e os personagens, eu tenho certeza de que ficaria torcendo e sofrendo também. Acho a capa bem bonitinha!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste!! :) Eu não lerei porque o género não me agrada e porque não sou grande fa de romances mais clichés..! :)

    Ainda bem que gosataste assim tanto.. Realmente, e ótimo quando lemos algo bem realista e que desenvolve bem as relações familiares e as relações (com a relação principal desenvolvida "step by step"! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  11. Queria mesmo ler uma resenha sobre o livro! Eu achei a premissa bem cativante e fiquei com vontade de ler, ainda mais depois de saber sua opinião sobre ele. Gosto muito de clichês, quando bem escrito e com premissas convincentes. Espero ter a oportunidade de ler esse!! :D
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Já ouvi falar desse livro e achei muito legal que, apesar de o livro ser clichê, ele tem seu valor.
    Adorei a check list que você fez no começo da postagem e acho que você resumiu muito bem as questões que transformam um livro em clichê. Achei legal as crianças roubarem a cena e a autora ter escrito de uma forma realista esse envolvimento.
    Claro que vou anotar a dica.
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Eu Adoro um bom chick-lit!!
    Gosto muito de alternar com outros gêneros literários. Como você comentou, quando estou cansada, ou precisando espairecer, eles caem como uma luva!
    Estou muito curiosa para ler este livro e ja coloquei na minha lista
    Parabens pela parceria e pelo sorteio :)
    Bjks mil

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir
  14. Oi!

    Apesar de não me importar com o clichê, to fugindo de livros assim, pois estou procurando livros mais densos e intensos. Mas anotei a dica para aquele momento que a gente precisa sair da ressaca literária. Hahahaha.

    beijos =)

    ResponderExcluir
  15. oie, parece um livro bacana mesmo para distrair. gostei de saber que a autora trabalhou as questões familiares e inseriu também as crianças na trama, acho isso muito importante porque já chega de romances em que vemos só o casal e fim. Espero poder ler, não participarei do sorteio pois sou deficiente visual e leio apenas ebooks.

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Esse livro tem tudo que um chick-lit precisa pra ser uma boa leitura. Adoro quando o próprio livro já se pronuncia "clichê", abre uma janela para boas surpresas. Dica anotadíssima, sempre preciso de algo do gênero depois de uma leitura pesada.
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  17. Oii!
    Achei muito sensacional a ideia de já colocar o nome do livro como Clichê e dizer que sim, vai ter muita coisa previsível. Mesmo assim, acho que ando em uma fase que procuro coisas novas na literatura, que me surpreendam ao invés de eu conseguir adivinhar o final. Anotei a dica do livro para aqueles dias em que a gente eventualmente cai e quer só ler um romancezinho rápido no qual a gente sabe que vai ficar tudo bem no final haha
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Cat, ahhh eu adoro um clichê! O livro já me pega pelo título, rs! GOstei de ler suas considerações, e estou atrás de um romance que arrebata, me deixa ansiosa e me faz sofrer! dica mais que anotada! Abraços

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    De cara li o título e não fiquei muito animada, isso porque já estou meio enjoada de clichês, sabe? Mas lendo sua resenha fui ficando cada vez mais curiosa. O romance parece ter sido bem desenvolvido e gostei de saber que a autora trabalhou bem o comportamento das crianças. Enfim, espero ter oportunidade de ler algum dia e gostar, mas no momento não quero um clichê.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  20. Esta resenha me lembrou daquela novela mexicana Meu Coração é Teu, ai já imagina como achei clichê não é? é uma história já tão batida, do mocinho da história se casar com a babá dos filhos, que acho incrivel como a autora ainda se deteve com este tema. Apesar disso vi que a forma como a autora desenvolve as crianças durante a história consegue soltar pequenos encantos no enredo.

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Achei mega sincero o título do livro hahaha. Com certeza o enredo tem muito em comum com várias outras histórias. Pra ser sincera, eu não gosto de livros clichês e romances água com açúcar, corro o máximo que puder, mas, surpreendentemente, eu leria esse, mais por causa da sinceridade do título, do que pela história em si. Espero ter a oportunidade de ler algum dia.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Adorei o título do livro, não esperava nada além disso hahaaha Gostei muito que esse relacionamento da babá com as crianças foi tratado de uma maneira real, porque realmente não é qualquer criança que aceita isso numa boa. Fiquei morrendo de vontade de conferir essa obra, espero que algum dia eu tenha a oportunidade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Olá!!!!
    Não conhecia o livro e mesmo sendo o clichê dos cichês fiquei supeer interessada em ler e acredito que darei ótimas risadas com esse livro e meu deeeeeeeeeusss AMO estórias que se passam nos EUA e pela capa em NY!!!
    Já quero saber como vai ser o desenrolar dessa relação da Marina e Killian!!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/11/resenha-sua-espera-abbi-glines.html

    ResponderExcluir
  24. Olá.
    O bom do título desse livro ser "Clichê", é que as pessoas que não gostam desse tipo de história, já vão saber o que esperar, como é o meu caso. Ultimamente, tenho preferido coisas mais originais. Mas eu conheço pessoas com certeza gostariam desse enredo, principalmente pela forma como a Mariana vai conquistando a confiança dos filhos de Killian aos poucos.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  25. Oiii!!!
    Gosto muito de Chick-lits. São sempre histórias engraçadas e leves. Fiquei interessada nesse livro, eu não conhecia ainda. O nome do livro eu achei bem engraçado kkkk entrega o que podemos encontrar nessa história. Excelente para ler depois de uma ressaca literária.
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Nada melhor do que um bom clichê, não é? Pelo que li da sua resenha esse livro parece ser bastante atraente e diferente, capaz de deixar o leitor completamente entretido com a história e para mim isso é mais do que suficiente.
    Este livro acaba de entrar na minha listinha de livros que precisam ser lidos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Oi querida, como vai?
    Já tinha lido algumas resenhas sobre esse romance com esse título tão pouco comum, que revela um bocado sobre ele embora a premissa até seja interessante! Parabéns pela nova parceria! Falando sério mesmo! E com certeza pretendo fazer essa leitura algum dia em um futuro próximo.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Hahaha achei interessantíssimo o fato do próprio título do livro confessar ser uma história clichê. Mas clichê não quer dizer que seja ruim, como você disse, pelo contrário: as vezes a gente só quer uma história mais simples mesmo. Acho que o título me conquistou <3

    ResponderExcluir

Memórias da Cat no facebook

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog